Hospital sem Dor

Lidar com dor não é uma tarefa fácil nem para o paciente, nem para o médico que o acompanha. E a melhor forma para o enfrentamento da dor, quando possível, representa um passo importante em direção à melhoria da qualidade de vida do paciente.


Por isso mesmo, um grupo de médicos e enfermeiros se uniram para realizar adaptações nos locais de atendimento para maior conforto e bem-estar para os doentes durante o tempo de tratamento.


As principais ações do grupo são a humanização da Sala de Espera e os projetos Clube do Sorriso e Clube do Termômetro.


Sala de Espera


Sala de Espera


No Sala de Espera, os profissionais aproveitam o tempo de espera dos pacientes por atendimento para conversar sobre doenças hematológicas, dicas de higiene, alimentação e saúde de forma descontraída e com exemplos práticos do dia-a-dia dos pacientes. A busca é por identificação com os assuntos tratados e, por consequência, maior interesse pela adoção dos hábitos apresentados, principalmente. Aqui, a dor fica em segundo plano.


Clube do Sorriso


Clube do Sorriso


O Clube do Sorriso acontece duas vezes por ano na sala de espera. As atenções são voltadas integralmente para a saúde bucal, com bate-papo divertido sobre a boa saúde da boca. Kits de escovação são distribuídos para todos os pacientes participantes do dia.


O uso do termômetro também ganha destaque na sala de espera. A cada seis meses, um grupo do Hospital sem Dor ensina os pacientes a medir a própria temperatura. Os pacientes ganham termômetros para aplicar o que aprenderam em casa com parentes e/ou amigos. Por ano, o Hemorio distribui 1.000 termômetros nas ações.


Multidímidia


Multidisciplinar


 


Alguns pacientes são resistentes ao tratamento, devido à necessidade de extrema disciplina para segui-lo e obter bons resultados.


Parte relevante do tratamento é a aceitação que o paciente tem do seu estado clínico e a sua própria vontade de melhorar. Quando isso não acontece é preciso que haja incentivo para despertar a consciência e responsabilidade do próprio paciente sobre a sua condição.


Através de uma parceria com a Novartis, o Hemorio instalou tela multidisciplinar, onde pacientes podem interagir e tomar conhecimento de como a doença em questão provoca prejuízos no seu organismo e quais os benefícios da adoção correta do tratamento proposto.


“Uma vez que eles podem visualizar o que acontece com o seu corpo eles passam a ter mais consciência da necessidade do tratamento.”, garante Ana Maria Machi, médica responsável pelo Hospital sem Dor.


Dor Social


Dor Social


 


A qualidade de vida e o bem-estar dos pacientes estão entre as premissas da Fundação Pró-Hemorio para desenvolvimento de todos os projetos. Assim como as propostas para melhoria da saúde, existem iniciativas para garantir qualificação profissional para os pacientes que encontram dificuldade em manter ou conseguir trabalho devido às constantes vindas ao hospital.


O projeto Dor Social visa permitir ao paciente, condições de atualização profissional e preparo para disputar vagas oferecidas no mercado de trabalho.


A proposta é receber todos os pacientes inscritos no projeto da Casa de Acolhimento também para cursos de aperfeiçoamento e preparação técnica. Entretanto, como a Casa ainda não está pronta, os cursos são realizados em locais indicados pelo grupo Hospital Sem Dor.


Saiba mais entrando em contato.


Seja um doador!

voltar

    Espaço Conviver Espaço Conviver Facebook Espaço Conviver

Facebook

REDES SOCIAIS

CONTATO

Rua Frei Caneca, 8
Sala 334 - Centro
Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20211-030
Tels.: (21) 2242-5090
(21) 2507-1056
Fax.: (21) 2224-2765

Desenvolvido por www.laca.com.br